sábado, 21 de junho de 2014

Fanfarrão da Copa: Herrera bomba na web e mais que dobra os seguidores

Miguel Herrera é um dos responsáveis diretos pela boa campanha do México no Grupo A, o mesmo do Brasil. O comandante do segundo colocado, com quatro pontos, empatado com a Seleção, tem seus méritos na montagem do time, mas certamente seu destaque maior durante a Copa do Mundo se dá nas redes sociais. Usuário ativo do Twitter, o "fanfarrão" mexicano mais do que dobrou o número de seguidores em exatamente um mês. Passou de 250 mil no dia 21 de maio para 619 mil fãs registrados até este 21 de junho.
Miguel Herrera é a fiura da seleção mexicana na Copa

As armas para Herrera bombar nas redes durante a Copa são as "selfies" e as publicações engraçadas. Como na postagem em que se mostrou invadindo a foto do trio Ochoa, Giovani dos Santos e Layún. Além das brincadeiras, Herrera também usa a rede social para confirmar escalações e dar informações aos torcedores. Na noite da última sexta, por exemplo, ele adiantou a intenção de manter contra a Croácia, segunda-feira, na Arena Pernambuco, o time que empatou sem gols com o Brasil.

A baixa estatura, o rosto caricato e os quilos a mais ainda ajudam a reforçar a imagem de "gente boa" do técnico brincalhão. Atuante no mundo virtual, ele interage com os fãs também pessoalmente. Autógrafos e fotos sorridente ao lado de torcedores são constantes durante as idas e vindas da seleção do México no hotel onde o time está concentrado em Santos.

Fora dos padrões de comandantes sisudos e fechados no ambiente da Copa, Herrera também é destaque por atitudes simples. Sem estilo extravagante, ele usou o metrô para ir à Arena Corinthians na última quinta-feira, quando viu de perto a vitória do Uruguai sobre a Inglaterra, por 2 a 1, com dois gols de Suárez. Membros da delegação mexicana que o acompanharam relataram espanto dos torcedores brasileiros ao vê-lo utilizando transporte público. O assédio, logicamente, foi forte.

- É um técnico diferente. Ele atende à imprensa no telefone, está aberto ao diálogo e aos torcedores, com fotos e autógrafos. Não tem problema. É muito direto na relação com os jogadores. Não dá muita informação aos atletas, nem pouca: só o justo. Fala de frente e é muito sincero. Depois de ser seu companheiro por muito tempo, posso dizer que somos amigos - diz Ricardo Peláez, diretor esportivo do México e ex-jogador.

Até o momento, o "fanfarrão" Herrera convenceu com os resultados do time dentro de campo. O desempenho dele e do México no Mundial terão influência direta na sua permanência ou saída da seleção após o torneio. Notícia que certamente será dada por ele nas redes sociais.
Fonte: Globo

0 comentários:

Postar um comentário

banner

 
Design by @VitorBrunoMA