sábado, 6 de julho de 2013

De la Torre vive seu pior ano na seleção

José Manuel de la Torre tem seu pior ano na seleção mexicana
Todas as vitórias, os gols e os pontos simplesmente sumiram esse ano na seleção mexicana, sendo de longe o pior ano da era De la Torre,  o ano de 2013 pode ficar marcado como o pior em muitos anos para a seleção mexicana.

Quando assumiu a seleção em 2011, Chepo conquistou a Copa ouro e venceu 5 de 10 jogos amistosos que disputou, já em 2012 Teve grande campanha até chegar ao Hexagonal final das eliminatórias da Copa do Mundo, somando 10 vitórias em 12 jogos, O México ainda ganhou medalha de Ouro nas Olimpíadas de Londres.

O ano de 2013 era muito esperado pelos mexicanos, devido a grande quantidade de jogos da seleção, que além de disputar as eliminatórias para a Copa do Mundo, também disputaria a Copa das Confederações e a Copa Ouro. Mas até o momento o desempenho da seleção tem sido bem a baixo do esperado. Com um desempenho vergonhoso no hexagonal final, o México ainda não conseguiu reservar sua vaga na próxima Copa do Mundo, e ainda corre risco de ter que ir para uma repescagem. Na Copa das Confederações o México só conseguiu uma vitória sobre o Japão, sendo atropelado pelo Brasil e pela Itália, com formações muito defensivas e deixando de convocar alguns jogadores como Carlos Vela e Rafa Márquez, o técnico foi responsabilizado pelas derrotas e pelo mau desempenho nas eliminatórias.

Agora está para começar uma nova edição da Copa Ouro, onde o técnico Chepo de la Torre decidiu levar uma equipe secundária que em seu primeiro jogo teste contra o time Queratero perdeu por 3 a 2. Além desse complicado desafio o técnico Chepo terá de vencer as próximas partidas do hexagonal final da Concacaf para poder ir para a Copa do Mundo no Brasil 2014.

0 comentários:

Postar um comentário

banner

 
Design by @VitorBrunoMA