sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Em duelo acirrado Toluca perde de virada em casa

Mesmo jogando em casa o Toluca perdeu de virada para o Nacional do Uruguai por 3 a 2, no sstádio Nemesio Díez, e assumiu a liderança provisória do Grupo 1 da Taça Libertadores. Sanchez (2) e Alonso marcaram para os uruguaios, que reagiram na segunda etapa, quando o duelo ganhou muito em emoção. Tejeda e Benítez anotaram para os locais, que desperdiçaram a chance de dispararem na chave e, o que é pior, ainda viram o rival o suplantarem na classificação. Barcelona-EQU e Boca Juniors se encontram em Guayaquil nesta quarta completando a rodada na chave.

Toluca perde de virada em casa

O Toluca estreara surpreendendo o Boca batendo o time argentino por 2 a 1 em plena La Bombonera. Já o Tricolor começara sua trajetória nesta edição da competição suando muito para arrancar um empate em casa por 2 a 2 com o Barcelona. O time uruguaio obteve o resultado também na base da virada, pois perdia por 2 a 0.


Sem contar com os veteranos Loco Abreu (que marcara o primeiro na reação contra os equatorianos), poupado pelo técnico Gustavo Díaz, e Álvaro Recoba, o Nacional iniciou a partida com uma postura muito defensiva, buscando apenas explorar os contra-ataques. O quadro mexicano, por sua vez, pressionava e, após algumas investidas perigosas, abriu o marcador aos 21 minutos. Marvin Cabrera recebeu pela direita e cruzou para Luis Carlos Tejada desviar de cabeça, no canto direito de Jorge Bava.

Nem mesmo o gol sofrido fez com que os visitantes deixassem de lado a atitude conservadora. Sempre acreditando nos contra-golpes, a equipe platina pouco ameaçava a meta defendida por Alfredo Talavera. Explorando o perigoso Tejeda, o Toluca tentou ampliar ainda na etapa inicial, mas o placar acabou permanecendo inalterado até o término da primeira metade.

Todas as emoções que faltaram no primeiro tempo apareceram com tudo no segundo. Os visitantes precisaram de apenas um minuto para fazerem o que não conseguiram nos 45 anteriores. Após um tiro cruzado, Vicente Sanchez aproveitou a rebatida de Talavera e encheu o pé para igualar o placar.

Logo em seguida, Edgar Benítez, que entrara no intervalo, deu o troco, chegando a balançar a rede novamente para os mexicanos, mas o lance foi corretamente invalidado pela arbitragem, que marcou impedimento do atacante. Mas aos seis, não teve jeito. O brasileiro Lucas Silva (com passagem pelo Botafogo) meteu excelente bola entre a zaga e o paraguaio Benítez (autor do gol da vitória contra o Boca) tocou com segurança na saída de Bava: Toluca 2 a 1.


Aos nove minutos, no entanto, Juan Albín cobrou falta na entrada da área, a bola bateu na barreira e sobrou limpa para Sánchez, que não perdoou e empatou novamente o duelo em Toluca, marcando seu segundo tento contra o ex-clube (atuou entre 2001 e 2007 e foi ídolo da torcida).

Mal houve tempo de os locais reagirem, pois aos 11 Albin descobriu Ivan Alonso livre na área, e o avante bateu certeiro, no canto direito de Alfredo Talavera, virando a contagem para o Nacional. Em dez minutos, quatro gols no Nemesio Díez.

A partir daí, o embate ficou ainda mais aberto, com as duas equipes no ataque. Na base da pressão, o quadro mexicano rondou a área tricolor, mas esbarrou na falta de pontaria de seus elementos e amargou a derrota diante de seus torcedores..

O Toluca, que permanece com três pontos, voltará a campo pela Libertadores no dia 7 de março, quando receberá o Barcelona. Já o líder Nacional (quatro pontos) vai encarar o Boca Juniors no mesmo dia em Buenos Aires.
Fonte: Globo

0 comentários:

Postar um comentário

banner

 
Design by @VitorBrunoMA