segunda-feira, 12 de março de 2012

Chivas 2x1 Cruz Azul -Vitória sagrada nos acréscimos do clássico

A sorte e a justiça se combinaram, uma combinação importante para que qualquer time consiga os resultados e o Chivas superou o Cruz Azul para conseguir uma vitória sagrada no partida da rodada 10.


O rebanho sagrado(Apelido do Chivas) foi superior no primeiro tempo, porém o placar adverso não foi justo pelo que ocorreu nos primeiros 45 minutos, e sim o contrário, pois o Chivas dominou o primeiro tempo e merecia um resultado melhor.


O artilheiro argentino e carrasco do Chivas (Emanuel Villa) abriu o placar para o Cruz Azul no minuto 22, logo de uma cobrança de falta do bom e experiente meio campo argentino (Christian Giménez) que cairia no angulo, mas o grande número 1 do Chivas (Luis Ernesto Michel) defendeu, porém teve o azar da bola bater na trave e sobrar para Villa sozinho marcar de cabeça.
Chivas foi ao descanso com maior posse de bola, já que dominou o primeiro tempo, e o Cruz Azul foi conformado com o gol que conseguiu.


Quando tudo apontava que o Cruz Azul sairia do Omnilife(Estádio do Chivas) com os três pontos, apareceu a sorte para o rebanho sagrado no minuto 86, logo depois de uma bola roubada no lado esquerdo, a grande promessa do ataque do Chivas que muitos dizem ser o novo Chicharito(Erick Torres) chutou e deu a sorte da bola bater na grande promessa da zaga do Cruz Azul(Néstor Araujo) e impedir a defesa do grande goleiro do Cruz Azul(Jesus Corona) e empatar a partida.


Três minutos depois, o própio Araujo cometeu um erro infantil, que deu a chance do Chivas conseguir uma grande vitória, o Néstor Araujo cometeu uma falta sobre o Erick Torres dentro da área e uma penalidade foi marcada.


A execução de Hector Reynoso (Zagueiro bom e experiente do Chivas) foi a explosão de alegria, logo de quase uma hora e meia de angustia no Omnilife (Estádio do Chivas). O grande festejo do rebanho sagrado foi motivo de ir apor parte dos jogadores do Cruz Azul, que reagiram da pior forma, quando o juiz finalizou a partida.


Chivas despertou de grande maneira, depois de um começo muito ruim de temporada, e agora soma três vitórias seguidas no campeonato mexicano, e jogará o próximo jogo contra o Defensor(Uruguai) em casa pela libertadores, empolgado e com esperança de uma vitória para embalar na competição e se classificar. A sorte esteve ao lado do Chivas neste clássico, porém acompanhada de um bom futebol, em um Omnilife(Estádio do Chivas) totalmente lotado, quase inimaginável.

0 comentários:

Postar um comentário

banner


src="http://pagead2.googlesyndication.com/pagead/show_ads.js">

 
Design by @VitorBrunoMA