sábado, 9 de julho de 2011

México Sub-22 decepciona e esta fora da Copa América


Todos já esperavam que essa seleção Sub-22 montada as pressas e cheias de desfalques não faria grandes coisas nessa Copa América. E em duas partidas vimos 11 mexicanos perdidos em campo sem o menor entrosamento ou tática ofensiva que desse resultado.

O jogo: Com a maioria de seus jogadores sub-22, o México tinha o contra-ataque como sua maior virtude. Aos 17 minutos, Reyes puxou contra-ataque em jogada individual e deixou para Aquino na ponta-esquerda. O árbitro argentino Sergio Pezzotta assinalou incorretamente o impedimento.

O mesmo Aquino foi personagem aos 28 minutos, depois que Aguilar bateu cruzado e obrigou Michel a dar rebote. O meia mexicano fuzilou, mas a bola explodiu na marcação centímetros depois. Seu companheiro, Giovani dos Santos, apareceu bem aos 33. Ele recebeu na ponta-esquerda e passou por três marcadores até chutar cruzado, na última e rara oportunidade da etapa inicial.

Foi apenas um ensaio para o que viria aos 27, quando Guerrero sofreu falta na entrada da área. Vargas novamente foi para a bola e a colocou na quina entre trave e travessão.

Do outro lado, o México continuava explorando a velocidade. Aos 34, Giovani dos Santos teve espaço na grande área, mas não conseguiu finalizar com força. O jogo esquentou e, no minuto seguinte, Guerrero obrigou Miguel a fazer boa defesa de cabeça.

A água mole enfim furou a pedra dura aos 36 minutos. Guevara chutou cruzado na grande área e viu a bola caminhar lentamente até Guerrero, livre, ter o trabalho somente de empurrar para as redes. Esperanças renovadas para o Peru, adeus precoce ao México.

0 comentários:

Postar um comentário

banner

 
Design by @VitorBrunoMA