segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Rafa Márquez se auto descarta do jogo contra a Bósnia, mas confessa otimismo para a 'era Chepo'


Após seu primeiro treino com o Atlas, Rafael Márquez deu uma entrevista a imprensa Mexicana. O jogador Michocano falou sobre o México e confessou que não se sente preparado para jogar essa partida já que não esta em sua melhor forma física e futebolística, já que esta há dois meses sem jogar. Márquez deixou a decisão final sobre convoca-lo ou não a Chepo.

"Eu acredito que para o jogo contra a Bósnia, eu ainda não estarei preparado, uma vez que a partida esta muito próxima. Mas se acontecer o chamado, irei com toda disposição, mas não vou aguentar jogar". explicou o jogador dos Red Bulls.

Por outro lado Márquez vislumbra que México está em um bom momento, acredita que a chegada de Chepo, com quem já fez contato, é positiva para a seleção, e não pensa em sair da seleção e assegura que pretende defender com orgulho a camisa verde até onde seu corpo aguentar.

"O vejo muito bem (Chepo), acredito que os propósitos e o projeto que estão colocando hoje com a seleção é muito bom, com uma equipe muito completa, com gente de experiência e juventude com vontade de vencer. Todos conhecemos Chepo pelo o que tem feito no México, é um treinador bem exigente e triunfador, isso o torna mais completo e que tenha essa ambição de fazer história com a seleção".

"Pessoalmente estou disposto a seguir com a seleção, e talvez chegar ao próximo Mundial no Brasil, se eu não estiver em condições passaria a vez para quem estivesse mas preparado. Eu faria o melhor para ajudar a seleção e não prejudica-la, assim meu propósito é seguir com a seleção até quando eu aguentar, até onde eu consiga ajudar e jamais atrapalhar". disse Rafa Márquez.

Por último, declarou estar emocionado por treinar novamente nas instalações do clube que o viu nascer. E nesse Sábado na partida do Atlas e América, o jogador será homenageado pela diretoria 'rojenegra'.

0 comentários:

Postar um comentário

banner

 
Design by @VitorBrunoMA