quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Checo é a revelação mexicana na F1


Temos agora um representante mexicano na F1, com apenas 21 anos Sergio Pérez é também um dos pilotos mais jovem. Há sete semanas de seu primeiro grande prêmio na categoria máxima da F1, Checo completa 21 anos. Para efeitos legais, Pérez é um adulto em todo o país. O mexicano é bem jovem e talentoso, mas carrega uma grande responsabilidade para a idade.
Checo cresceu cercado de exemplos, como o irmão mais velho 'Toño', que foi chave para Checo decidir conquistar seu sonho no mundo automobilístico.
A vida do jovem tomou um rumo diferente há seis anos, quando seus pais, Antonio e Marilú o enviaram para a Alemanha, para lutar pelo seu objetivo maior, a F1. O que foi um grande desafio para o garoto de 15 anos.
Pérez foi o mais jovem a subir no pódio da Fórmula BMW Alemanha (2005) e Campeão mais jovém da F3 Britânica Classe Nacional (2007).
Em 2010, Checo teve a responsabilidade de ser protagonista na GP2 para ter alguma chance de chegar na F1. E apesar de ter apenas 20 anos, Pérez enfrentou uma pressão extrema, a de conquistar o título da GP2 e vencer pilotos quatro ou cinco anos mais velhos que ele e bem mais experiências. O mexicano não falhou e foi vice campeão por uma diferença mínima.
Dos três novatos confirmados até o momento para a F1 2011, Checo é o mais jovém. O venezuelano Pastor Maldonado e o belga Jerome d'Ambrosio tem 25 anos cada um.
A F1 é cada vez mais um assunto para os jovem pilotos, como a revelação alemã Sebastian Vettel, campeão de menor idade em toda a história com 23 anos e 4 meses.
Pérez é muito novo, seguro, mas com 21 anos recem compridos tem muito o que aprender. E fica registrados os nossos desejos de vitória e conquistas para o jovem mexicano na grande F1.

21 momentos chaves na vida de Checo

1990 - Nasce em Guadalajara, Jalisco. É o mais jovem de três irmãos da família Pérez Mendoza.
1996 - Ganha dos pais um go-cart, que rendeu o amor pelas corridas.
1997 - Começa a competir de maneira regular em competições locais e regionais.
2003 - Perde uma corrida por ir no clássico Guadalajara vs América, como um bom torcedor do América. Fica em segundo na Copa México.
2004 - Com 14 anos, se torna o mexicano mais jovem a ganhar uma corrida nos EUA, no campeonato Skip Barber já com o patrocinador Telmex.
2004 - A família Pérez decide mandar Sérgio para a Alemanha, para que comece sua jornada até chegar a Fórmula Um.
2005 - Estréia na Europa com um segundo lugar, no circuito de Hockenheim, na Fórmula BMW Alemanha, com a equipe Rosberg.
2006 - Consegue seu segundo pódio na temporada da Fórmula BMW Alemanha, em Zandvoort, Holanda.
2006 - Participa em duas provas da A1GP com a equipe mexicana.
2007 - Consegue sua primeira vitória na Fórmula 3 Britânica Classe Nacional.
2007 - Se torna campeão da Fórmula 3 Britânica Classe Nacional, com 14 vitórias em 21 corridas na equipe T-Sport.
2008 - Tem a melhor atuação da sua carreira em Monza, Itália. Vencendo duas coridas que largou em 14º.
2008 - Fica em quarto lugar da F3 Britânica.
2009 - Ganha a segunda corrida de três na GP2 Asia, em Bahrein, três semanas depois vence no Qatar.
2009 - Estréia na GP2, categoria que antecede a Fórmula 1.
2009 - Termina em terceiro e segundo, respectivamente nas corridas da GPs em Valencia, Espanha. São seus primeiros pódios.
2010 - Ganha a primeira corrida da GP2 em Mônaco. É o primeiro mexicano a vencer nessa categoria.
2010 - Consegue um contrato com a Sauber como piloto titular para a temporada 2011 da F1.
2010 - Ganha fica em segundo na GP2.
2010 - Dirige pela primeira vez uma F1, o C29 da Sauber, na seção de ensaios para novatos e pilotos jovens dessa categoria.
2011 - No próximo 13 de Março, no Grande Prêmio de Bahrein, Checo será o quinto piloto mexicano na história da Fórmula Um.

0 comentários:

Postar um comentário

banner

 
Design by @VitorBrunoMA