quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Márque declara ser autor da carta e pede mais poder na seleção


Rafael Márquez confirmou ser o líder e responsável pela carta enviada aos diretores técnicos da Federação Mexicana de Futebol para acabar com os castigos recebidos, e exigindo a saída de Nestor de la Torre.
O capitão falou para a Tv Azteca, onde declarou desde sempre defendeu a seleção mexicana e que agora quer total poder para fazer as devidas mudanças na forma de administração da FMF.

"Eu quero que amanhã eu posso me reunir com os dirigentes e mostrar um projeto, que me dêem TODO O PODER, E QUE NÃO SE METAM. Tenho esse projeto para que em 5 anos mude completamente a maneira como se administra. Isso será bom para eles, para os jogadores e para o futebol mexicano. Me preocupo com meu pais. E sei que com isso vou conseguir muitos inimigos". expressou o volante mexicano.
Márquez indicou que os problemas dos jogadores com Nestor de la Torre não é apenas de agora, que vem de muito tempo.
"Isso esta parecendo política entre agente e esse senhor (Nestor de la Torre). Não temos que ficar brigando com ele, vamos apenas dizer que não vamos mais deixar nos 'pisotear' mais. Nunca nos escutaram, estamos desprotegidos. Estão administrando tudo errado desde antes do Mundial".

0 comentários:

Postar um comentário

banner

 
Design by @VitorBrunoMA