sábado, 26 de junho de 2010

Favoritismo argentino irrita Aguirre: 'Nos dão como mortos, vamos ver'


Claramente incomodado, técnico mexicano repete a frase exaustivamente durante coletiva na véspera do duelo entre as duas seleções pelas oitavas.

Javier Aguirre, técnico do México, sentou para dar entrevista coletiva na véspera do confronto com a Argentina, pelas oitavas de final. Logo na primeira pergunta foi questionado sobre o favoritismo da Argentina. Respondeu claramente irritado.

- O México não é a aposta de ninguém, os favoritos são eles e todos dizem que não temos nenhuma possibilidade. Vamos ver... - disse.

E passou a repetir o discurso exaustivamente nas perguntas seguintes. De boné afundado na cabeça, quase sem desviar o olhar, voltava sempre ao mantra:

- Há um monte de analistas que nos dão como mortos. Vamos ver, vamos ver.

O desconforto de Aguirre era tão óbvio que uma jornalista mexicana quis saber se as desconfianças em relação ao México o incomodavam.

- É sua interpretação, sua interpretação - devolveu, interrompendo-a.

Outro quis saber como Aguirre faria para motivar seus jogadores antes de encarar uma equipe em tese tão poderosa como a Argentina.

- Já falei com eles, não se preocupe.

Foram 15 perguntas, em 15 minutos, até que Aguirre encerrasse a coletiva. De novo, com resposta curta e direta antes de se levantar e ir embora.

- Tenho muita vontade de ganhar amanhã, fazer história. Obrigado - despediu-se Aguirre, deixando a sala rapidamente.


0 comentários:

Postar um comentário

banner

 
Design by @VitorBrunoMA